Técnica de Pintura Corporal

Blog de ellenpeliciari :' Arte e Talento ', Técnica de Pintura Corporal

Vamos observar diversas técnicas e estilos de pintar o corpo, utilizadas pelas sociedades.

A pintura corporal existe a muito tempo. O homem sempre pintou o corpo, como um hábito cultural que vem de encontro com à estética, à religião, aos ritos, às festas, às guerras, etc.

Os índios brasileiros, por exemplo, têm uma pintura diferente para comemorar os acontecimentos em suas tribos, como a colheita, a chuva e a guerra.

  Os índios observadores da natureza, em sua maioria, achavam que o homem é que deveria se enfeitar para despertar o interesse da mulher. Sendo assim, em algumas tribos, somente os homens se dedicavam a pintar seu corpo e a se enfeitar com plumagens.

  As mulheres podiam, entretanto, ajudar a pintar o corpo de seu marido. São elas que desde muito cedo enfeitam os filhos do sexo masculino, preparavam os colares, os cintos, teciam as pulseiras e os enfeites de algodão usado nas pernas.

  Apesar da envolvente fauna e flora que os cercavam, os índios pintavam sempre desenhos abstratos e Geométricos. Era talvez uma simbologia figurada que partia do natural para transformar-se em ricas significações. 

  A Pintura    Corporal         dos              Bakairi são utilizadas quatro cores: o preto-azulado do jenipapo, o vermelho do urucum, o preto do carvão e o branco do barro chamado tabatinga. A cor preta-azulada era usada especificamente para produzir motivos gráficos nos corpos, sempre associados a animais. O vermelho do urucum é aplicado misturado com óleo de pequi e imediatamente é fixada esta coloração forte na testa e nos pés. As demais partes do corpo, recebe uma solução diluída criando uma coloração avermelhada que tem a finalidade de ressaltar o desenho preto do jenipapo.  

  O carvão retirado das madeiras queimadas nas fogueiras ou do fundo dos utensílios de barro são usados na maquiagem facial, utilizando-se de uma tala de bunti sem algodão. O traço não é riscado, mas impresso. Existem inúmeros padrões de pinturas faciais e o mais usado é o "kavida enuçaveno", a arara.No preparo da tinta que se forma através do jenipapo, este deve ser colhido verde, pois desta forma sua polpa é mais rala. Mistura-se então, água a massa polpuda. Em seguida com um pano torce-se bem a mistura até recolher todo o caldo. É colocado em uma panela para aquecer e quando começar a fazer espuma, a tinta está pronta. Os índios pintam seus corpos no dia-a-dia e em ocasiões especiais (festa, luto, guerra etc.). A pintura pode estar relacionada a crenças indígenas, identificação de uma determinada tribo, membros de uma mesma tribo ou servir simplesmente para embelezar o corpo.

 Em algumas tribos do Xingu, entre elas Kamaiurá e Yawalapiti, ainda hoje existe o ritual de preparo para o casamento. Quando uma menina chega à adolescência, ela fica cerca de um ano confinada em uma oca para aprender com as mulheres mais velhas os deveres da vida adulta. Nesse período ela deixa o cabelo crescer sobre o rosto(franja), amarra tiras de cipó na altura dos joelhos, fazendo com que a perna fique bastante volumosa. Ao sair desse período de confinamento, passa pelo ritual da pintura corporal e corte de franja como preparo para a hora do casamento. As tintas usadas são retiradas da natureza, basicamente do urucum(vermelho e amarelo) e do jenipapo(preto e azul). Com sementes, penas de pássaros, pedaços de bambu, ossos, etc. são feitos colares, cocares, enfeites corporais e também a decoração dos armamentos.

  Tribo dos Kadiwéu

  Os finos desenhos corporais realizados pelos Kadiwéu constituem-se em uma forma notável da expressão de sua arte. Hábeis desenhistas estampam rostos com desenhos minuciosos e simétricos, traçados com a tinta obtida da mistura de suco de jenipapo com pó de carvão, aplicada com uma fina lasca de madeira ou taquara. No passado, a pintura corporal marcava a diferença entre nobres, guerreiros e cativos.    

Pintura Corporal  nos dias de hoje

 

A pintura corporal é a expressão literalmente viva da união das artes plásticas com a anatomia humana, onde uma e outra se integram para retratar o belo. A arte ainda é pouco difundida no Brasil, mas é forte em países como a Austrália, a Alemanha e a França, onde, aliás, existe um concurso muito valorizado pelos artistas que se dedicam a essa pintura.

A pintura corporal, também chamada de maquiagem artística (ou body painting, em inglês), transforma cada parte do corpo em um elemento da obra, cujo resultado é a beleza do todo.

A maquiagem artística é diferente da maquiagem de caracterização (teatro, cinema ou TV) principalmente porque a preocupação não é de transformar uma pessoa em personagem, mas sim causar um efeito visual, uma expressão do belo. A pintura corporal deriva, dos efeitos plásticos obtidos com elementos visuais como linha, forma, cor, volume e textura, assim como dos princípios de organização, composição, equilíbrio, harmonia, ritmo e movimento.  O domínio da técnica do desenho é uma das ferramentas fundamentais para a execução desse trabalho.

Na pintura corporal, o maquiador explora a sensibilidade e a criatividade em conjunto com técnicas de composição artística, o desenho, a pintura e produtos cosméticos específicos, adequados à prática dessa arte. Antes de existirem os recursos de hoje, uma das maneiras que os artistas usavam para resolver a questão das tintas para o corpo era misturando pasta d'água com corante para alimentos, ou óleo para bebê ou de amêndoas com pigmentos.  Infelizmente quase todos os produtos utilizados hoje para a maquiagem artística são importados e caros. Por isso mesmo ocorrem algumas aberrações do uso de algumas pinturas à base de tintas a óleo e até látex com as conseqüentes queimaduras de pele.

As maquiagens de pintura corporal devem ser feitas com pasta d'água neutra, portanto atóxicas, e os pigmentos de origem comestíveis. Mesmo assim, a cor vermelha deve ser evitada nas mucosas, uma vez que o pigmento que resulta nessa cor provêm de um inseto produzido em laboratório.

Um inconveniente da pintura corporal, é que ela é uma arte efêmera. Demora horas para ser concebida, esboçada no papel, materializada na anatomia humana e, se não for registrada em forma de imagem fotográfica ou cinematográfica, ninguém mais poderá admirá-la. ( texto de Beto França)

                               

segunda 19 março 2007 12:26



2 comentário(s)

  • Laura Sex 28 Set 2012 00:33
    adorei o site e me ajudou na liçao de ARTE ,muito obridada!
  • ellenpeliciari Sex 17 Jul 2009 23:05
    PARA QUEM INTERESSAR!!!
    AS TINTAS PARA PINTURA CORPORAL SÃO ENCONTRADAS NO SITE www.wverissimo.com.br


Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.166.113.249) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para ellenpeliciari

Precisa estar conectado para adicionar ellenpeliciari para os seus amigos

 
Criar um blog